quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Carpe diem

Minha mãe me mostrou um rapaz que teve um acidente e teve problema (tem post sobre isso no Romance) e isso me deixou meio assutado... pode acontecer comigo e eu ainda tenho tanto que quero viver (muitos planos, incluindo aí meu amorzinho)!

O cara tem somente 1 ano mais que eu e está de cama com poucas possibilidade de voltar a ter uma vida mais produtiva (nada de pré-conceito mas não deve ser nada bom ser prisioneiro de seu corpo, com a cabeça boa e o corpo que não responde).

Imagino (na medida do possível) o quanto é difícil a situação para todos...

Que a família tenha força e quem puder que ajude de alguma forma!

Bjaum

P.S.: Carpe diem pois o amanhã pode ser em uma cama!

"Carpe diem quam minimum credula postero
Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi
finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios
temptaris numeros. ut melius, quidquid erit, pati.
seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam,
quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare
Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi
spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida
aetas: carpe diem quam minimum credula postero."

Odes, de Horácio (65 - 8AC)

Tradução:

"Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã
Não perguntes, saber é proibido, o fim que os deuses
darão a mim ou a você, Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia
não brinque. É melhor apenas lidar com o que se cruza no seu caminho
Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último,
que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar
Tirreno: seja sábio, beba o seu vinho e para o curto prazo
reescale as suas esperanças. Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento
está fugindo de nós. Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã."

6 comentários:

Sentimental ♥ disse...

é por isso q precisamos aproveitar cada dia como se fosse o último e cuidar da vida e da saúde com respeito, não q seja o caso dele, mas as vezes somos promíscuos com nosso corpo e saúde, esquecendo completamente as conseqüências daqueles atos...
bjs

Sissym disse...

Saudades... ainda bem que veio dar um "oi" para mim.... BEIJOCAS

coisas da coisas frágeis disse...

hummm...

seu sumiço está perdoado...hehehe..

mas que lindo e reflexivo o carpe diem, sabia maais o menos a interpretação: não colher o fruto antes, nem depois...mas no momento certo...p mim é plantar e colher hj....p saber viver o amanhã com o equilibrio q merece...as vezes nos precipitamos e sai...erda.lindissimo...peço permissão a vc p colocar esse texto no meu blog...com os devidos crédito do seu....

e faz a brincadeira do desk...

bjus perfumados e que tudo dê certo p seu amigo...realmente é triste ser prisioneiro do pprio corpo....

coisas da coisas frágeis disse...

hummm,
desculpa aí...hehehe...q coisa...fui no outro blog(o romances em versos)...vi as campanhas...vou colocar no meu blog e vi q vc já fez o meme do desk...hehehe...interesante ...desculpa...

bjim..bjim..bjim

Fernanda, disse...

Olá Ernani!
Temos que fazer tudo hoje, pois não saberemos no dia do amanhã. Por isso, diga Eu Te Amo para Mãe/Pai/Irmãos/Namorada... porque nunca sabemos o que pode nos acontecer no dia seguinte...

Espero que esse moço tenha muita Fé em Deus!! :)

Beijos,

Lilith disse...

Aproveitar o hoje de maneira responsável é um desafio...cada opostunidade que aparece em nossas vidas temos que aproveitá-las...se assim nosso coração mandar...ouça sempre seu coração...bjão.